Resenha | O Diário de Anne Frank

Não é o tipo de leitura que agrada a todos, mas há algo de mágico nos diários pessoais. Você é transportado para algo além da história de alguém... Você tem acesso a tudo o que essa pessoa estava sentindo enquanto escrevia, e isso é quase poético — é lindo.