Fofo e apaixonante! Não consegui encontrar outras palavras para descrever esse livro. Impossível não se apaixonar por Eleanor e Park. Ele é um livro de romance, que pode ser lido em qualquer idade. A sinopse já nos mostra o que encontraremos no livro. É engraçado, triste, sincero e muito, muito adorável. 

Os protagonistas se conhecem no ônibus a caminho da escola. Eleanor começa a estudar depois do início das aulas, e todos já tinham o seu lugar preferido no ônibus, e. assim, ela acaba sentando ao lado de Park. Por ela se vestir de maneria bastante diferente Park a tratou com indiferença. E nenhum dos dois disse sequer ‘oi’.
Park gosta de ler gibis a caminho da escola, até que ele nota que Eleanor lê os gibis também, e achava que ele não iria notar. Até aí, nenhum dos dois disse nenhuma palavra ao outro. E Park decide levar gibis para emprestar para Eleanor, quando ela se senta ao lado dele ele entrega o gibi sem dizer nenhuma palavra. Até que em algum momento, eles começam a conversar e ai iremos conhecer a adorável história de Eleanor & Park.

“Segurar a mão de Eleanor era como segurar uma borboleta. Ou um coração a bater. Como segurar algo completo, e completamente vivo.”

Só tenho a dizer que: amei. Amei a amizade dos dois, amei o amor dos dois, amei as implicâncias dos dois, odiei quando descobri o que se passava na casa da Eleanor, fiquei triste pelos irmãozinhos não viverem como crianças. Acima de tudo, amei a leveza e a sinceridade dessa história.
Alô, Sra. Rowell, já quero a continuação. 

Ele entrou para minha lista de favoritos, e para o meu coração. ~~<3
Beijos, até a próxima, e, quem já leu, conta pra gente o que achou!

Editora: Novo Século
Páginas: 328
Nota: 5 (de 5)

Sinopse: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

12 comentários em “Resenha | Eleanor & Park, de Rainbow Rowell

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s