A Pousada Rose HarborAutores: Debbie Macomber
Editora: NOVO CONCEITO                
Número de páginas: 352

Sinopse: Jo Marie Rose decide comprar uma pequena pousada, como forma de superar a morte do marido. Mal sabe ela que as surpresas que a esperam nessa nova empreitada.

Seu primeiro hóspede é Joshua Weaver, que voltou para casa para cuidar de seu padrasto doente. Os dois nunca se conheceram pessoalmente e Joshua tem alguma esperança de que possam conciliar suas diferenças. No entanto, uma habilidade de Joshua há muito perdida prova que o perdão nunca está fora de alcance e que o amor pode florescer onde menos se espera.

A outra hóspede é Abby Kincaid, que retorna a Cedar Cove para comparecer ao casamento do irmão. De volta pela primeira vez em 20 anos, ela quase deseja não ter ido, devido às memórias trazidas pela pitoresca cidade. E conforme Abby se reconecta com sua família e seus velhos amigos, percebe que só pode seguir em frente se permitir-se verdadeiramente a isso.




Isso não é uma resenha!

Não posso fazer uma resenha de algo que eu conheci por inteiro o que não foi o caso da Pousada Rose Harbor. Não consegui concluir a leitura e resolvi falar os motivos que me levaram a isso.

        Minha paciência não tem sido muito complacente nos últimos dias, o que causou um grande desgaste na leitura e me fez odiar bastante. De antemão, a Pousada Rose Harbor, com certeza não é um daqueles livros que atiçaria meus anseios de leitura ou contemplaria nas deliciosas silhuetas das vitrines Saraiva, enfim, não é um livro que eu compraria pela capa ou titulo.

        Lendo a sinopse e as breves 196 paginas que consegui ler, consegui fatores que nos tornaram – o livro e eu – seres bastante antagônicos: Três historias, três personagens melódicos e a pousada em questão.

       Precisei de uma semana para conseguir algum comentário sobre esse livro e selecionar os motivos em ambos que ocasionou tanta frustração. Insisti na leitura algum tempo e depois desisti, acreditava realmente que quem suportou o egocentrismo de Zoe, aturou as tolices da Ruby Mcqueen e acompanhou por toda uma serie as escolhas previsíveis de Ever Bloom, além do sexissismo em todo o romance, seria tolerante a tudo. Me enganei.

       Apesar de todos os comentários plausíveis e conectados. Talvez eu tente ler  numa nova ocasião, talvez não, e apesar de tudo dou 6 estrelas e um selinho verde de recomendo.

Nota: 6

Beijos, Milla Almeidaa.

5 comentários em “Resenha I A Pousada Rose Harbor (Debbie Macomber)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s